Remarketing, Retargeting, Geo Localização, etc. entenda e lucre mais

Este artigo faz parte da série Tudo sobre Afiliados, uma iniciativa do Country Manager do programa de afiliados Netaffiliation Brasil, Ixan Russi, em parceria com o Programa de Afiliados.

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Já tratei aqui de vários temas relacionados com redes de afiliação, desde os mais básicos sobre o que são elas, como também falei sobre as principais diferenças entre as várias existentes e os programas de afiliados de nicho. Em alguns dos artigos houve a inter-relação entre anunciantes, rede de afiliados e afiliados, e agora é o momento de iniciar um estudo sobre alguns aspectos mais detalhados das avançadas tecnologias que são utilizadas nas maiores redes.
Novas Tecnologias

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Aqui não será abordado nada técnico sobre as tecnologias, entretanto você aprenderá algo que não encontra em qualquer lugar. Nesse artigo você entenderá o que de fato as redes utilizam para ganhar os clientes e fazê-los comprar cada vez mais:

Antes de continuar com a leitura, entenda que essas técnologias são utilizadas em grande parte das redes. Cada uma delas aumenta as chances de o leitor clicar em um anúncio e comprar um produto. Isso significa que quanto mais técnologias em uma rede, maiores são as chances de você ganhar dinheiro.

Remarketing – Recuperação de carrinho de compras abandonado

Esta é uma tecnologia relativamente nova, mais utilizada pela rede de afiliados Zanox, e funciona exatamente como na descrição. Basicamente ela serve para recuperar os compradores que por algum motivo abandonaram um carrinho de compras.

Exemplo: Imagine que você está promovendo a campanha das lojas Americanas e colocou um banner de Notebook em seu site. Ao visualizar esse banner um leitor se interessa pelo modelo e clica no banner. Quando ele chega na loja, faz o cadastro, escolhe a forma de pagamento, mas por algum motivo desiste da compra. É nesse momento que entra o remarketing. Depois de algum tempo (5 minutos, 30 minutos, 2 horas, etc.), o cliente recebe um email informando que sua compra não foi finalizada e que ele pode continuar a compra sem ter que digitar tudo novamente.

No exemplo acima as chances de o cliente retornar ao site e comprar o produto aumentaram em pelo menos 20%. Ou seja, se você estivesse promovendo essa campanha suas chances de ganhar dinheiro seriam maiores.

Para entender ainda melhor, digamos que o cliente estava no Submarino com alguns itens no carrinho de compras e o abandona. Já sabemos que este cliente possui a intenção de compra e digitou um email, a rede de afiliados através de sua tecnologia de remarketing tentará atrair o cliente de volta enviando um email.

Retargeting – Relembra os compradores qual seu objeto de desejo

O Retargeting é praticamente um Remarketing com uma estratégia diferente. O que ele faz é exibir seus banners mesmo depois que o leitor já saiu da loja em que estava pensando em comprar.

Exemplo: Imagine que você está promovendo a campanha das lojas Americanas e colocou um banner de Notebook em seu site. Ao visualizar esse banner um leitor se interessa pelo modelo e clica no banner. Quando ele chega na loja, se distrai por algum e sai do site sem comprar o produto. É nesse momento que entra o retargeting. No momento em que ele visita o outro site, essa tecnologia tem o “poder” de mostrar o mesmo banner que você estava mostrando anteriormente. Assim, o cliente poderá clicar no banner a qualquer momento para comprar o produto e a comissão vai para você.

Outro ponto interessante está no fato de que o anúncio a ser exibido por Retargeting será em formato de fluxo XML (catálogo de produtos), desta forma seu cliente não verá apenas uma propaganda da loja em que esteve, mas dos produtos que estava interessado em comprar. Isto aumenta bastante as chances de compra.

Vale lembrar que uma estratégia não invalida a outra, muito pelo contrário, pesquisas apontam que lojas que utilizam ambas as estratégias em conjunto estão tendo ótimos resultados.

Geo Localização – A campanha correta de acordo com o local

Não há como negar que nem sempre é simples saber qual campanha oferecer, principalmente quando se trata de um anunciante com algum negócio offline, pois neste caso o fator local da loja é muito importante. Não adianta exibir anúncios de uma loja mineira para leitores paulistas.

Exemplo: Imagine que você se interessou por uma campanha que tem CPA de 180 reais, mas trata-se de uma loja disponível somente em Curitiba e Salvador. A Geo Localização é responsável por mostrar essa campanha para Curitiba e Salvador e outra campanha para as demais localidades. Muitas redes oferecem campanhas genéricas onde para cada cidade é apresentado um anúncio diferênte.

Com as tecnologias de Geo Localização esse tipo de anúncio de fica muito mais simples de ser feito, pois assim que o leitor entra em seu site sua localização é identificada e após isto será selecionada uma campanha que possa ser de seu interesse com base em sua localização geográfica.

Esta é uma tecnologia muito utilizada por sites de namoro onde assim que você entra aparece um banner do tipo ”1234 pessoas online em sua cidade”. Esta é uma estratégia bastante impactante, afinal o anúncio é sempre de algo que foi marcado como perto do leitor.

Tracking – Rastreamento e tecnologias antifraude

O termo tracking, em inglês, significa rastreamento e é algo importante não apenas para a rede de afiliado mas principalmente para o afiliado em si, pois é justamente isto que faz com que se saiba de onde vieram os cliques, cadastros ou vendas.

Exemplo: imagine que você se inscreveu em uma campanha de hospedagem de sites que paga por venda (CPA) e colocou um banner em seu site. Em um mês 30 mil leitores visitaram seu site e o banner recebeu 15 mil cliques. É à partir da tecnologia de tracking que a rede poderá contabilizar todos os cliques recebidos e gerar uma comissão para você.

O sistema de tracking utilizado pelas redes é relativamente simples. A cada link de publicidade que você gera, seja um banner, flash ou link de texto, é acrescentado um código que identifica você. Sempre que houver uma ação sobre esse link a rede poderá contabilizar e gerar uma comissão.

Além desta tecnologia de tracking, as redes possuem diversos outros recursos internos que funcionam como antifrade e são muito importantespara garantir aos anunciantes resultados concretos em sua campanha.

Exemplo: imagine que um webmaster se inscreve em uma campanha que paga por cadastro (CPL) . Numa tentativa de bular o sistema ele cria um programa que gera cadastros automáticos. Com a tecnologia antifraude a rede identifica o IP de onde vieram os cadastros, valida os cookies, o mac address (número da placa de rede), se não houve hard incentive (forçou o leitor a se cadastrar) e diversos outros fatores para verificar se cada cadastro é válido. Caso não seja ela não dá a comissão e o afiliado corre o risco de perder a conta.

Fluxo XML e RSS, aumente seus ganhos

Estes são dois tipos de fluxos utilizados pelas grandes redes para apresentar produtos aleatoriamente ou baseado em geo localização. Eles são utilizados por quem deseja uma forma mais prática de anúncio ou não tem tempo de ficar testando vários banners. Entenda melhor:

Fluxo XML: geralmente utiliza-se um banner, porém não se trata de um banner “único” sempre com a mesma propaganda, este banner está ligado a uma galeria de banners (como produtos por exemplo) e para cada cliente mostrará determinadas publicidades. O fluxo XML é bastante utilizado juntamente com tecnologias de Remarketing e Retargeting.

Fluxo RSS: aqui a estratégia consiste em utilizar espaços de seu fluxo RSS (feed) para exibir publicidades. Isso é interessante pois muitos leitores ao assinar o feed deixam de visitar o blog e passam a consumir o conteúdo diretamente por email.

Como pode ver tecnologia definitivamente não falta para que você ganhe um bom dinheiro trabalhando com programa de afiliados, o importante é não deixar tudo isso apenas em teoria, é preciso colocar em prática. Antes de simplesmente colocar um banner em seu site, verifique se a rede em que você está inscrito possúi algumas dessas tecnologias. Quanto mais, melhor!

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Mais artigos dessa série

Este artigo faz parte da série Tudo sobre Afiliados, a maior série do gênero no Brasil. Acompanhe nossas atualizações pelo Facebook e por email:

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Veja os artigos publicados nessa série:

Comments
  1. Celso Lemes | Responder
  2. leandro | Responder
  3. leandro | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *