Redes de Afiliados VS Google AdSense

Este artigo faz parte da série Tudo sobre Afiliados, uma iniciativa do Country Manager do programa de afiliados Netaffiliation Brasil, Ixan Russi, em parceria com o Programa de Afiliados.

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

A quantidade de formas que existem para ganhar dinheiro na internet é realmente grande. Entre elas, duas se destacam e são motivo de grande dúvida na internet. Afinal, é mais fácil monetizar um blog através de redes de afiliados ou através do Google AdSense. Nesse artigo você terá uma boa análise de quais as formas de trabalhar dentro destas alternativas, quais são as vantagens das redes sobre o AdSense, quais as vantagens do AdSense sobre as redes  e como trabalhar como cada um deles.
Afiliados VS AdSense

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Inicialmente é importante observar quais são as principais diferenças entre o Google Adsense e as Redes de Afiliado. Ao conhecer estas diferenças você terá uma noção de o que funcionará melhor para seu blog e com qual terá mais facilidade de trabalhar. Veja, por exemplo, que uma grande facilidade que o Google Adsense apresenta é o fato de oferecer publicidade contextualizada de forma automática, isto ajuda bastante a quem ainda não possui muita experiência pois os anúncios se contextualizam sem que tenha que fazer nada além de redigir e publicar seus artigos no blog, basicamente os anúncios se contextualizam com base em dois fatores:

  • Assunto do post em questão
  • Buscas feitas por quem está acessando o post

Em contrapartida, as redes de afiliados oferecer ganhos mais atrativos quando pensamos em afiliação dos tipos CPA, CPL e CPM. Como você já viu em outros artigos publicados, sabendo qual é o afiliado certo para seu site suas chances de conversão são maiores do que no programa do Google. Mais abaixo você terá uma visão dos dois lados da história.

Com redes de afiliados você terá mais liberdade!

Com as redes você não terá a facilidade de contextualização que o Analytics oferece. Embora isso pareça uma desvantagem, na verdade não é. Isso porque você terá a liberdade de escolher as campanhas que mais se encaixam em seu nicho ao invés de depender da escolha do Google.

Outro ponto importante a ser observado é que as redes não exigem exclusividade, sendo assim você poderá trabalhar com campanhas de várias empresas ao mesmo tempo. Com o Google Adsense isto não é permitido. É preciso ter cuidado para não inserir campanhas que tenham banners semelhantes (principalmente blocos de links).

Facil

Com o AdSense você terá mais facilidade!

Como foi comentado anteriormente, o Google AdSense tem a vantagem de ser todo automático. O único trabalho que temos é pegar o código e colocar no site. O Google se encarrega de mostrar os anúncios baseado no conteúdo da página. Esse é o motivo pelo qual muitas pessoas o escolhem como principal forma de monetização.

AdSense + Redes

O AdSense e as redes de afiliação são totalmente compatíveis. É possível utilizar banners de afiliados e links do adsense sem que haja qualquer tipo de problema. Na verdade isso é até recomendado para aumentar a diversidade de seus ganhos.

Dicas para não perder dinheiro

Mesmo sendo possível trabalhar com Google Adsense e Redes de Afiliação no mesmo blog é aconselhável ter certos cuidados para que você tenha os melhores resultados. O primeiro ponto a observar é que o Google paga por CPC e as redes geralmente pagam por CPL (cadastro) e CPA (ação, venda, etc.), portanto as estratégias precisam ser diferentes.

Atenção ao número de visitas

Para o Adsense algo fundamental é ter uma grande quantidade de visitas pois você lucrará por cliques e o valor de cada clique é relativamente baixo, sendo assim se deseja ter ganhos consideráveis com ele realmente precisa ter o máximo de visitas possível.

Com redes de afiliados você terá ganhos maiores por conversão, sendo assim é interessante ter o cuidado de trabalhar focado em segmentar o máximo possível seus visitantes, mesmo que tenha uma quantidade menor de visitas. Se forem visitas bem segmentadas poderá ter bons ganhos.

Atenção com os anunciantes concorrentes

Algo importante de observar é que existem alguns anunciantes presentes tanto nas redes de afiliados (especialmente na Lomadee/Buscapé) que também anunciam no Google Adsense, neste caso se desejar trabalhar com esta campanha através da rede é importante bloquear este anunciante no Adsense. Dessa forma você não corre o risco de perder um cadastro em troca de um clique.

Atenção com as campanhas concorrentes

Para que você tenha o máximo de resultado com suas campanhas de afiliação ao trabalhar com o Google Adsense no mesmo blog, observe não apenas as mesmas campanhas, mas também campanhas concorrentes. Por exemplo, você está promovendo um banner da Hostgator dentro do artigo mas possúi um banner da Locaweb na sidebar. O banner da Hostgator pode ser ofuscado pela Locaweb e você poderá perder uma conversão que poderia chegar a 175 reais.

Melhor opção para monetizar

Qual é o melhor para monetizar meu blog?

Se a esta altura você está se perguntando com qual dos dois deve monetizar seu blog, Google Adsense ou Redes de Afiliados, recomendo que trabalhe com ambos, desta forma você aproveita ao máximo seu público. De uma maneira geral, podemos dizer que:

  • Se o seu público vem através do Google e não é engajado (paraquedistas), é possível que o AdSense de mais lucro pra você. As pessoas que chegam a seu blog através dos buscadores acabam se interessando por algum anúncio do Adsense e saem do blog através dele.
  • Se o seu público é bem segmentado, com seguidores assíduos do seu blog já a mais tempo, estes leitores têm uma maior propensão a fazer um cadastro ou mesmo uma compra. Dessa forma as campanhas de redes de afiliação se tornam mais lucrativas.

Como você pode observar, pelo que foi dito aqui, não há necessariamente um que seja melhor ou pior, mas sim um que seja mais indicado para determinado blog, ou determinada estratégia. Você poderá optar por trabalhar apenas com uma alternativa ou com ambas, desde que tenha os cuidados que passei aqui.

Claro que aqui o tema foi abordado de forma bastante superficial tendo em consideração que existem muitas informações além dessas sobre as redes de afiliado. Quando estiver escolhendo uma campanha, considere utilizar todas essas dicas para trabalhar com as redes. Procure sempre evitar a concorrência e lembre-se que o que vale é a compatibilidade entre os nichos.

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Mais artigos dessa série

Este artigo faz parte da série Tudo sobre Afiliados, a maior série do gênero no Brasil. Acompanhe nossas atualizações pelo Facebook e por email:

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Veja os artigos publicados nessa série:

Comments
  1. Fernando Nogueira | Responder
    • chipak | Responder
  2. Sandrinha | Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *