Como fazer propaganda de uma campanha através de mini-lojas

Este artigo faz parte da série Tudo sobre Afiliados, uma iniciativa do Country Manager do programa de afiliados da Netaffiliation Brasil, Ixan Russi, em parceria com o blog Programa de Afiliados [PDA].

A quantidade de recursos que grandes redes de afiliados colocam a disposição de seus afiliados é grande, mas nem todos estes recursos são completamente compreendidos e utilizados pelos afiliados. Um destes recursos é o de implementar mini-lojas dos anunciantes no blog. Justamente por não ser um recurso muito utilizado pelos afiliados é que algumas redes de afiliados acabaram não fornecendo mais as mini-lojas juntamente com as ferramentas para divulgar suas campanhas.
Propaganda por miniloja

Antes de continuar lendo esse artigo, quero te fazer uma pergunta. Você já pensou em criar um negócio lucrativo na internet, começando do zero, sem ter nenhuma experiência e faturar um extra de 50 a 100 reais por dia? Então clique aqui e assista ao meu vídeo.

Algo que é importante lembrar apenas é que nem em todos os blogs fica bom implementar uma mini-loja, pois este tipo de divulgação é direta aos produtos de seu anunciante. Isto pode funcionar muito bem em determinados nichos, já em outros além de ficar completamente fora de contexto acabará, justamente por isso, não gerando conversões.

Um dos programas de afiliados que é mais conhecido por utilizar mini-lojas e ter bons resultados em suas campanhas é o Mercado Livre, mas não é o único, há diversos outros que utilizam essa facilidade.

Como funciona uma mini-loja de redes de afiliados?

As mini-lojas são “arquivos XML” que tornam possível contextualizar os produtos mostrados na publicidade de acordo com o conteúdo de determinado post. Isto torna este tipo de publicidade bastante efetiva para gerar conversões, afinal serão exibidos exatamente produtos que sejam interessantes para o público alvo de cada post.

Algo importante a ser observado é que esta contextualização dos produtos das mini-lojas não acontece de forma automática como a contextualização dos anúncios do Google Adsense, mas sim através de palavras-chave escolhidas pelo afiliado.

Algumas mini-lojas precisam ser configuradas manualmente e acabam exibindo os mesmos tipos de produtos em qualquer post do blog. Isto não é interessante, pois nem sempre se fala sobre o mesmo tema. Já algumas outras mini-lojas conseguem ler quais são as tags inseridas no post como palavras-chave, assim se tornando mais flexíveis e gerando mais conversões. Este tipo de mini loja geralmente é feita em forma de plugin para WordPress como o utilizado pela Lomadee.

Que tipos de campanhas rodam em mini-lojas?

As campanhas mais comuns de serem oferecidas com recurso de mini-lojas são do tipo CPA. Nesse caso ocorre uma junção de diversas campanhas CPA ao mesmo tempo com seus respectivos banners. Imagine que você se cadastra em uma campanha para vender um produto. Essa campanha tem um banner relativo a esse produto. Uma mini-loja é um aglomerado de campanhas de afiliados CPA juntas.

Um pouco mais raro mas ainda possível de encontrar são campanha DC (duplo clique) com mini-lojas, como por exemplo campanha Buscapé/BondFaro veiculada na rede de afiliados Lomadee através de um interessante plugin, que inclusive possui diversas opções de configuração.

Ao promover mini-lojas devo deixar o valor aparente ou não?

Como dito antes, as tecnologias utilizadas nas mini-lojas estão evoluindo e algumas permitem fazer uma série de alterações como cores e tamanho da mini-loja, entre estas alterações possíveis algumas permitem que se escolha por mostrar ou não os preços dos produtos, o que pode ser algo utilizado a seu favor enquanto afiliado!

Um fator que deve ser levado em consideração é se a campanha é uma campanha CPA ou não, pois se for o ideal é que deixe o preço visível, assim fazendo com que seus leitores só cliquem já com a intenção de comprar (principalmente para janelas de comissão relativas apenas a sessão).

Para outros tipos de campanhas poderá optar deixar sem o preço. Desta forma estará aumentando as chances de que seus leitores interajam com a mini-loja.

Com relação ao posicionamento das mini-lojas não há muita diferença do que se deve fazer com banners, até mesmo pelo fato de que elas geralmente são disponibilizadas nos mesmos tamanhos que os banners mais utilizados, que são:

  • 300 x 250
  • 160 x 600
  • 768 x 90

Também existem mini-lojas com muitos outros tipos de medidas, algumas até mesmo podem ser configuradas pelo afiliado com uma medida exata, mas neste caso vale lembrar que nem sempre fica bom devido ao tamanho das miniaturas dos produtos que não são tão flexíveis, assim podendo ficar algum espaço em branco, por exemplo.

As mini lojas monetizam, mas nem sempre

Quando o assunto é mini loja, todo o cuidado é pouco, por exemplo, se você criar uma campanha que tenha uma mini loja sobre roupas para bebês e o seu blog fala sobre carros, dificilmente você vai ganhar dinheiro com isso, porém em um blog sobre “Como cuidar de crianças” o dinheiro é praticamente certo, enfim, como qualquer outro tipo de campanha você deve tomar muito cuidado para que não fique sem sentido a fusão conteúdo + campanha, se tomar os devidos cuidados e fizer um projeto inicial, antes de colocar as campanhas, os resultados podem ser muito animadores, já que com uma mini loja você leva os seus visitantes diretamente aos anunciantes.

Outro ponto a se observar é a plataforma que vai utilizar para extrair a sua mini loja.

Este é um assunto que já foi tratado algumas vezes no blog, porém é sempre bom lembrar que um planejamento de campanha começa com a plataforma de afiliados que vai utilizar para promover os produtos e serviços que deseja vender e isso é muito importante, principalmente quando a promoção será de produtos através de mini lojas; você deve sempre levar em consideração que os clientes ficam com um pouco mais de receio ao verem a venda de produtos através de sites e blogs, principalmente se você não for muito conhecido entre outros blogueiros de maior visibilidade.

Levando isso em consideração você não pode deixar de fazer uma análise mais criteriosa sobre a plataforma que vai trabalhar e principalmente se vale a pena trabalhar com mini lojas, ou seja, se o seu público, independente da quantidade de acessos diários que tenha, está interessado em comprar produtos ou quer simplesmente informações sobre o assunto do seu blog.

Em linhas gerais, mini-lojas são boas para se trabalhar, mas como dito antes não é em todos os tipos de blogs que funcionarão bem sob um ponto de vista financeiro. Faça testes em seu blog para verificar se vale a pena utilizar ou não!

Fique Atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Mais artigos dessa série

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *